Como prevenir queda dos idosos

As quedas de pessoas idosas são comuns e aumentam progressivamente com a idade. Representa um problema de saúde pública.

Pode significar que houve o declínio das funções fisiológicas (visão, audição, locomoção), ou ainda representar sintomas de alguma patologia específica.

Os acidentes por quedas podem provocar fraturas, traumatismos cranianos e morte, dependendo do caso.

No Brasil cerca de 30% dos idosos caem pelo menos uma vez no ano; maior em mulheres. Estudos mostram que 40% das quedas em mulheres com mais de 75 anos e 28% das quedas em homens da mesma idade resultam em fraturas.

Existem fatores que predispõem à queda no idoso: alterações fisiológicas do envelhecimento; diminuição da visão e audição; sedentarismo; distúrbios músculos-esqueléticos, alterações na postura, de equilíbrio e locomoção; deformidades nos pés; doenças Cardíacas, Pulmonares e Neurológicas (Derrame Cerebral, Demência, Doença de Parkinson, Mal de Alzheimer), Osteoporose, Artrose entre outras.

Portanto a prevenção é IMPRESCINDÍVEL.

Seguem algumas orientações em ambiente domiciliar, onde ocorre a maioria das quedas.

Artigos relacionados
ENTRE EM CONTATO
11 2639.8930 / 2639.8957
11 3258.9033 / 3129.7737
11 988303503/988129238
Avenida Regente Feijó, 944 | 6o Andar | 610B
Avenida Pacaembu ,1152 
 
Thiago Olímpio  CRM 126.044   TEOT 12.149   
 
Médico Ortopedista Especialista em Coluna