Conheça os principais tratamentos disponíveis
TRATAMENTOS CIRÚRGICOS

Infiltrações radiculares e facetárias

Cirurgias minimamente invasivas

São procedimentos indicados para alívio imediato da dor. Realizado com medicações analgésicas e corticóides. Tornaram-se importantes para o tratamento das dores, devido ao aperfeiçoamento das técnicas de imagem, com maior segurança.

Resultados de pesquisa científica apontam 90% dos pacientes com melhora do quadro doloroso, porém necessitam de indicação precisa e de correta técnica cirúrgica.

Endoscopia da Coluna

Cirurgias minimamente invasivas

Técnica minimamente invasiva para o tratamento de afecções coluna , principalmente a hérnia de disco e estenoses.

Através de  uma pequena incisão (menos 1 cm) , é inserido o endoscópio

(com foco, luz, soro contínuo, câmera com extrema precisão) e instrumentais por dentro da cânula, o cirurgião consegue enxergar para qualquer direção a partir do canal de trabalho com nitidez e luminosidade adequado, retirando a hérnia e liberando as estruturas nervosas.

Comparado com uma cirurgia clássica de hérnia de disco, as principais vantagens do procedimento endoscópio são:

- maioria casos realizados com anestesia local ou sedação e não necessita de anestesia geral .

- possibilidade de conversar com o paciente durante a cirurgia.

- incisão menor na pele.

- menor agressão ao tecido muscular.

- procedimento mais rápido, com mínimo de sangramento.

- menos dor pós operatória e rápida recuperação.

- alta mesmo dia.

- retorno precoce as atividades físicas e trabalho.

Cifoplastia

Cirurgias minimamente invasivas

A cifoplastia percutânea é um tratamento minimamente invasivo (com baixa agressividade) para fraturas vertebrais por osteoporose ou tumores, com o objetivo de reduzir a dor e fortalecer a estrutura óssea.

 

Consiste na inserção de um balão no corpo vertebral fraturado. O balão é insuflado cuidadosamente para levantar a vértebra comprimida, recolocá-la em sua posição normal e criar uma cavidade dentro do corpo vertebral.

 

Após a colocação do balão na posição correta,esta cavidade é preenchida com um cimento especial para dar suporte ao osso adjacente e tratar a fratura da vértebra.

Discectomias

Cirurgias minimamente invasivas |
Cirurgias convencionais

Endoscópica percutânea: consiste na retirada do disco herniado ou protuso, que comprime a raiz nervosa. Procedimento minimamente invasivo, realizado através de câmera endoscópica com cicatriz mínima, menor risco de infecção e rápida reabilitação.

Minimamente invasiva: por um sistema tubular sendo inserido com os dilatadores musculares, e com uma mínima incisão, permite remover completamente o disco.

Não há lesão muscular, apenas afastamento das fibras. Portanto há menor agressão aos planos musculares, menor sangramento e retorno precoce as atividades habituais.

Microscópica (aberta): tem o mesmo objetivo, retirada do disco que causa a pressão no nervo, porém é realizada através do método convencional, ou seja, anestesia geral, incisão de 3 a 5 centímetros, uso de microscópio cirúrgico e internação mínima de 2 dias.

 

A definição do método dependerá da avaliação do profissional.

Radiofrequencia

Cirurgias minimamente invasivas

O procedimento é realizado no centro cirúrgico. O paciente recebe anestesia local ou sedação leve, em seguida uma cânula fina parecida com uma agulha é posicionada e é guiada por fluoroscopia (raio-x intraoperatório) perto do Ramo Medial irritado.

 

O eletrodo da radiofrequência é inserido através dessa cânula e o cirurgião testa o posicionamento correto e seguro através de choques bastante fracos.

 

Em seguida é feito o aquecimento do eletrodo para cauterizar o nervo e bloqueando o sinal de dor. Podem ser feitos múltiplos nervos se necessário. O eletrodo e a cânula são retirados.

 

Após o procedimento, apesar da dor poder aumentar na primeira semana, normalmente há alívio importante em um mês.

Artrodese

Cirurgias minimamente invasivas |
Cirurgias convencionais

Também conhecida como fusão (união óssea) tem a finalidade de evitar movimentos entre as vértebras.

Pode ser realizada via anterior lateral ou posterior, com indicações específicas. Pode vir acompanhada de descompressão e/ou discectomia, caso haja compressão de estruturas nervosas por hérnias, estenose e fraturas.

Também é indicada para correção de deformidades (escolioses, hipercifoses) e fraturas que necessitam de estabilização. 

Atualmente existe a opção de realizar a artrodese numa cirurgia minimamente invasiva ou convencional. A opção só pode ser tomada após avaliação profissional.

Descompressão medular

Cirurgias convencionais

O objetivo de uma descompressão é aliviar a pressão sobre os nervos da coluna vertebral através da remoção da parte da lâmina que é a fonte de pressão.

A cirurgia é realizada com uso de anestesia geral. É feito uma incisão ao longo da linha média das costas e em seguida os tecidos moles são tracionados lateralmente para expor o osso vertebral posterior da coluna. Então será cortada parte da lâmina para aliviar a fonte de compressão e outras fontes se houver. Por fim, reposicionar os tecidos moles de volta e fechar incisão.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Pinterest
  • Tumblr Social Icon
  • Instagram
ENTRE EM CONTATO
11 2639.8930 / 2639.8957
11 3258.9033 / 3129.7737
11 988303503/988129238
Avenida Regente Feijó, 944 | 6o Andar | 610B
Avenida Pacaembu ,1152 
 
Thiago Olímpio  CRM 126.044   TEOT 12.149   
 
Médico Ortopedista Especialista em Coluna